Pular para o conteúdo principal

Destaques

Broa Caxambu (bolacha de fubá)

Acredito que você ja comprou nas padarias aquelas bolachas de fubá muito gostosas para o café da manhã ou da tarde, esta é a receita delas.

Experimente, é muito fácil de fazer.

Ingredientes:

500 gramas farinha de trigo 500 gramas fubá 500 gramas açúcar refinado 1 colher (sopa) rasa de fermento em pó 1 colher (chá) sementes de erva-doce 5 colheres (sopa) manteiga sem sal (100g)3 ovos 1 ovo para pincelar 125 gramas de margarina  
Preparo:

Peneire as farinhas.
Coloque as farinhas em uma bacia, acrescente o açúcar, o fermento e a erva doce, misture bem.
Adicione a manteiga e vá misturando com as pontas dos dedos até incorporar bem.
Em seguida adicione os ovos e misture até obter uma massa homogênea bem firme como mostra a foto (se necessário acrescente um pouquinho de água para chegar no ponto)
Unte a as assadeiras.
Modele as broas em forma de bolas, achate levemente deixando com um formato de um disco, e vá arrumando uma a uma nas assadeiras.
Misture uma gema com uma colher de café forte e …

Saudades


Sobreviventes....
Você teve sua infância durante os anos 60, 70,80,
Como sobreviveu?
Afinal de contas
Os carros não tinham cintos de segurança, apoios de cabeça, nem air bag. Íamos soltos no banco de traz fazendo aquela farra.
E isso não era perigoso.
As camas sem grades e os brinquedos eram multicores, e no mínimo pintados com umas tintas "duvidosas" contendo chumbo ou um outro veneno qualquer.
Não havia travas de segurança nas portas dos carros, chaves nos armários de medicamentos, detergentes ou produtos químicos domésticos.
A gente andava de bicicleta pra lá e pra cá sem capacetes, joelheiras, ou cotoveleiras
Bebíamos água da torneira, ou de uma mangueira ou fonte, e não minerais em garrafas ditas esterilizadas. Fazíamos carrinhos de rolimã, e quem tinha sorte de morar perto de uma ladeira asfaltada podia bater recordes de velocidade e até verificar quanto sapato tinham gastado, já que as solas dos sapatos eram usadas como freio, isso quando não estávamos descalços.
Alguns acidentes depois...
Todos os problemas estavam resolvidos.
Íamos nós de novo brincar na rua
Íamos brincar na rua com uma única condição:voltar para casa ao anoitecer!
Não havia celulares...
E nossos pais não sabiam onde estávamos!
 Incrível!!!
Tínhamos só aula de manha, e íamos almoçar em casa.
Gessos dentes partidos, joelhos ralados...
Alguém se queixava disso?
Todos tinham razão menos nós...
Comíamos doce a vontade, Pão com manteiga, bebidas com o (perigoso) açúcar. Não se falava de obesidade - brincávamos sempre na rua e éramos super ativos.
Dividíamos com nossos amigos uma tubaína comprada naquela vendinha da esquina, gole a gole e nunca ninguém morreu por isso... Nada de Playstations, Nitendo 64, Xboxes, jogos de vídeo, Internet por satélite,videocassete,Dolby surrond,celular com câmera, computador, Chat na Internet... Só amigos
E os nossos cachorros então! Lembram?
Nada de ração. Comiam a mesma comida que nós(Muitas vezes os restos), e sem problema algum!
Banho quente? Xampu? Que nada! no quintal, no quintal um segurava o cão e o outro com a mangueira(fria) ia jogando água esfregando o cão(acreditem se quiserem )com sabão(em barra) de lavar roupa. Algum cachorro morreu(ou adoeceu) por causa disso??
A pé ou de bicicleta íamos a casa de nossos amigos mesmo que morassem a kms de nossas casas. entravamos sem bater e íamos brincar
É verdade lá fora neste mundo cinzento e sem segurança!
Como era possível?   Jogávamos futebol na rua e as traves eram pedras, e mesmo que não fossemos escalados ...ninguém ficava frustrado e nem era o   Fim do mundo!!!
Na escola tinha os bons alunos e os maus alunos.
Uns passavam e outros eram reprovados  .Ninguém ia por isso a um psicólogo ou psicoterapeuta.  Não havia a moda dos superdotados, nem se falava em dislexia, problemas de concentração, hiperatividade.  Quem não passava simplesmente repetia de ano e tentava de novo no ano seguinte!
Tínhamos liberdades
Fracassos, deveres
...e aprendíamos a lidar com cada um !deles
A única verdadeira questão é: como a gente conseguiu sobreviver???
E acima de tudo como conseguimos desenvolver a nossa personalidade?  Você também é desta geração?
Se sim, então mande e-mail para seus amigos desse tempo, e também aos seus filhos e sobrinhos. Para que eles saibam como era no nosso tempo!
Sem duvida vão responder que era uma chatice
!!!Mas!!!

Como éramos felizes.

Postagens mais visitadas