Pular para o conteúdo principal

Destaques

Broa Caxambu (bolacha de fubá)

Acredito que você ja comprou nas padarias aquelas bolachas de fubá muito gostosas para o café da manhã ou da tarde, esta é a receita delas.

Experimente, é muito fácil de fazer.

Ingredientes:

500 gramas farinha de trigo 500 gramas fubá 500 gramas açúcar refinado 1 colher (sopa) rasa de fermento em pó 1 colher (chá) sementes de erva-doce 5 colheres (sopa) manteiga sem sal (100g)3 ovos 1 ovo para pincelar 125 gramas de margarina  
Preparo:

Peneire as farinhas.
Coloque as farinhas em uma bacia, acrescente o açúcar, o fermento e a erva doce, misture bem.
Adicione a manteiga e vá misturando com as pontas dos dedos até incorporar bem.
Em seguida adicione os ovos e misture até obter uma massa homogênea bem firme como mostra a foto (se necessário acrescente um pouquinho de água para chegar no ponto)
Unte a as assadeiras.
Modele as broas em forma de bolas, achate levemente deixando com um formato de um disco, e vá arrumando uma a uma nas assadeiras.
Misture uma gema com uma colher de café forte e …

Quibe ou Kibe (em árabe كبة ['kibbeh] ou ['kubbah])


Quibe (ou kibe; em árabe كبة ['kibbeh] ou ['kubbah]) é um prato típico do Oriente Médio que consiste em um bolinho de massa de triguilho ou semolina, recheado com carne (eventualmente substituída por carne de soja), temperada com ervas, que pode ser servido cru, cozido ou frito. O nome deriva de kubbeh que em árabe significa bola. É um prato muito popular e considerado o prato nacional no Líbano, Síria e Iraque. É também comum no norte da África, na Turquia, na península arábica e em parte do Cáucaso, como na Armênia. Imigrantes sírio-libaneses, oriundos do antigo Império Otomano difundiram a receita para outras partes do mundo, em especial para a América do Sul. No Brasil, se pode comer quibe em padarias, lanchonetes, restaurantes e bares.

No seu preparo mais comum consiste de uma massa de carne moída e trigo tabule, recheada originalmente com carne de carneiro e ervas. O formato, o tamanho e os ingredientes variam muito nos diferentes tipos de quibes. No Iraque existe um tipo de quibe onde a massa (crosta) é feita de arroz, chamado de Kubbat Halab. Também no Iraque, outro tipo de quibe é feito com a massa de carne e trigo, no formato arredondado e chato, chamado de Kubbat Mosul. Finalmente existe um tipo de quibe assírio/iraquiano, onde o quibe é misturado e depois cozido com tomates e temperos.

O quibe com a carne e a mistura de tabule, sem a massa (crosta), pode ser servido cru, chamado kibbe nayye, típico do Líbano, Síria e Iraque, acompanhado do licor de arak. No Líbano, o quibe cru servido num dia, é cozido para ser servido no dia seguinte.

Um acompanhamento tradicional do quibe é o tahine ou a coalhada (labneh).

em armênio: kufteh
em castelhano (América Latina): kipe or quipe
em inglês: kibbe ou kibbeh
em turco: içli köfte
no Brazil quibe ou kibe

Receita de um bom Quibe


500 gramas de trigo para quibe
500 gramas de carne moída
1 cebola grande
hortelã
sal

Preparação:

Coloque o trigo de molho em água bem quente, deixe de molho uns 10 minutos.
Usando um pano limpo, escorra a água e esprema bem para sair toda a água.
Em vasilha coloque o trigo espremido, 150 gramas da carne moída, a cebola picada bem miúda, o hortelã picado e sal a gosto.
Misture tudo muito bem.
É necessário sovar a massa, fazer o que os Árabes chamam de esfolar o trigo senão não da liga, eu passo a mistura numa maquina de moer, se tiver faça isso.
Algumas pessoas colocam ovo ou farinha de trigo para dar liga na massa, isso não é certo e altera o sabor dando uma consistência pesada na massa. Como eu disse sove a massa ou passe pela maquina de moer ou processador para quebrar o trigo.

Prepare o recheio:
O restante da carne refoque usando alho sal cebola.
Unte as mãos com óleo  e peque uma porção da massa e usando a palma das duas mão faça de um lado um bolinho naquele formato conhecido de quibes, com o dedo do lado contrário abra um buraco, coloque o recheio e novamente com o as mãos faça o outro lado do bolinho.
Frite em óleo bem quente. De preferência em uma panela pequena de uns 20 centímetros de diâmetro.
O óleo deve cobrir o quibe. Frite poucos de cada vez, numa panela como eu falei no máximo 3 de cada vez.
Não mecha nos primeiros minutos da fritura, se mexer no inicio da fritura ou colocar muitos de cada vez para fritar eles se desfazem.
O recheio deve ser de carne.
Minha mãe fazia com a carne toda misturada na massa, fica muito gostoso, se optar em fazer isso, é só misturar toda a carne no inicio do processo. Este método simplifica a receita.

Se tiver duvida deixe um comentário que eu responderei.

Postagens mais visitadas