Pular para o conteúdo principal

Destaques

Broa Caxambu (bolacha de fubá)

Acredito que você ja comprou nas padarias aquelas bolachas de fubá muito gostosas para o café da manhã ou da tarde, esta é a receita delas.

Experimente, é muito fácil de fazer.

Ingredientes:

500 gramas farinha de trigo 500 gramas fubá 500 gramas açúcar refinado 1 colher (sopa) rasa de fermento em pó 1 colher (chá) sementes de erva-doce 5 colheres (sopa) manteiga sem sal (100g)3 ovos 1 ovo para pincelar 125 gramas de margarina  
Preparo:

Peneire as farinhas.
Coloque as farinhas em uma bacia, acrescente o açúcar, o fermento e a erva doce, misture bem.
Adicione a manteiga e vá misturando com as pontas dos dedos até incorporar bem.
Em seguida adicione os ovos e misture até obter uma massa homogênea bem firme como mostra a foto (se necessário acrescente um pouquinho de água para chegar no ponto)
Unte a as assadeiras.
Modele as broas em forma de bolas, achate levemente deixando com um formato de um disco, e vá arrumando uma a uma nas assadeiras.
Misture uma gema com uma colher de café forte e …

Cuca Alemã de Banana

Streuselkuchen (lit. "bolo de flocos", em alemão: Kuchen = "bolo", Streusel = "granulado", "flocos") ou cuca de farofa, como é conhecida em alguns lugares da região sul do Brasil, é um bolo típico da cozinha alemã.
A base do bolo é uma massa de levedura coberta com flocos (Streusel). Os principais ingredientes da cobertura granulada são farinha, açúcar e manteiga. Porém, a cobertura pode variar, adicionando-se aos flocos açúcar de baunilha ou canela em pó. Outra variação é cobrir a massa de levedura com pedaços de frutas, geralmente de maçã, e só em seguida cobrir as frutas com os flocos como cobertura final.
O Streuselkuchen supostamente originou-se na Silésia, uma região que hoje em dia é parte da Polônia. Atualmente o bolo é bastante comum em grande parte da região germanófona com suas variedades regionais.
Como elo com a culinária alemã podemos destacar o ingrediente-mor da receita: a manteiga. Desde a Idade Média, as elites daquele país encontraram na manteiga um meio de se distinguir do restante da sociedade. Os registros de receitas da nobreza da época assinalam a ocorrência do abuso desse ingrediente, sendo o diferencial no sabor de sua culinária.
Talvez, por isso, a Kuchen que hoje se produz em regiões de origem alemã (sul do Brasil) seja tão especial, tão mais saborosa: ela se mantém autêntica aos segredos da “vovó Alemanha”.
Receita veio com os imigrantes alemães e hoje é bem aceita à mesa dos brasileiros.
 

 Cuca Alemã
Ingredientes para a massa:

    1/2 xícara de chá de margarina sem sal
    1 xícara de chá de açúcar
    1 ovo
    Raspas de 1 limão
    3 e 1/2 xícaras de chá de farinha de trigo
    2 colheres de sopa rasas de fermento biológico seco ou 3 tabletes do fresco
    1 colher de chá rasa de sal
    1 e 1/2 xícara de chá de água morna

Para a farofa:

    1/2 xícara de chá de margarina sem sal
    1 e 1/2 xícaras de chá de açúcar
    1 e 1/2 xícaras de chá de farinha de trigo
    1 pitada de raspas de limão

   
Para o recheio:
   5 bananas cortadas em rodelas




Modo de preparo:
 Massa:

Misture aos poucos em um recipiente a margarina, o açúcar e os ovos até que a massa fique bem homogênea. 
Acrescente a raspa de limão, o trigo, o fermento e o sal. Misture bem e vá adicionando a água aos poucos, misture bem até a massa ficar bem homogênea.
Enquanto a massa descansa e cresce prepare a farofa.





 









 










Farofa:
Misture bem os ingredientes até formar uma farofa.

O recheio dessa cuca é banana, mas pode ser outra fruta. (morango, pêssego, abacaxi, creme ou o que preferir).

 










 
Montagem:
Use uma assadeira redonda de 33 cm ou retangular de 25X35 untada e enfarinhada.
Despeje a massa no fundo da assadeira  e coloque as rodelas de banana por cima sem apertar e cubra  com a farofa.
Leve ao forno pré aquecido a 180º C
A cuca fica pronta em média 20 minutos.





















Postagens mais visitadas